Com madeira de lei e bambu, modelo de nova barraca é inaugurado em Alter


Estrutura com banheiros químicos custou cerca de R$ 55 mil.
Ideia é que todas as 17 barracas da praia sigam o padrão.


    Barraca foi construída com madeira de lei e paredes de bambu (Foto: Karla Lima/G1)
    Barraca foi construída com madeira de lei e paredes de bambu (Foto: Karla Lima/G1)
Com madeira de lei e paredes de bambu que dão um toque rústico e ecológico a estrutura, o novo modelo de barracas para o atendimento de clientes na praia Ilha do Amor, na Vila de Alter do Chão, em Santarém, oeste do Pará foi lançado nesta sexta-feira (15). A estrutura, que conta agora com um assoalho para ser utilizada por mais tempo no período de cheia do rio custou cerca de R$ 55 mil.

Barracas atuais não possuem assoalho e não seguem padrão (Foto: Karla Lima/G1)
Barracas atuais não possuem assoalho
e não seguem padrão (Foto: Karla Lima/G1)
 
O protótipo foi idealizado pelo engenheiro e diretor da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (Aces), Roberto Branco. A intenção é que todas as 17 barracas da praia sigam o padrão desta primeira: com água encanada, duas pias, balcão de metal, dois banheiros químicos em cada, e futuramente, seja abastecida com energia solar. Ainda não há previsão de quando o projeto contemplará todas as barracas, pois depende do patrocínio de empresas.

De acordo com o presidente da Aces, César Ramalheiro, a ideia surgiu após a crise que o turismo na vila enfrentou com a divulgação de um possível surto de hepatite. “O turismo ficou prejudicado. A vila passou por uma situação econômica difícil. A Aces trabalhou no sentido de revitalizar a economia começando pela padronização das barracas”.

A vila passou por uma situação econômica difícil. A Aces trabalhou no sentido de revitalizar a economia começando pela padronização das barracas"
presidente da Aces, César Ramalheiro

O vendedor Elton Moura e a esposa Mércia Dolzane frequentam a praia com frequência. Para eles, a iniciativa chegou em boa hora. “Quanto mais comodidade, mais conforto der para o cliente fica melhor. Se seguir o padrão vai ficar uma coisa vistosa. Vai dar mais confiança para o consumidor. Você olha aquela estrutura [antiga] e olha para a atual, está muito melhor”, disse Moura.
A cabeleireira Mércia defende que além do visual novo é fundamental investir na qualidade do atendimento. “Tem que acompanhar as novidades. A estrutura, o atendimento, ter uniformes. Não adianta ter boa estrutura se o atendimento não melhorar, mas a expectativa é boa”, afirmou.
Elton e Mércia visitam a praia com frequência e aprovaram a iniciativa (Foto: Karla Lima/G1)
Elton e Mércia visitam a praia com frequência e aprovaram a iniciativa (Foto: Karla Lima/G1)
O projeto foi bem recebido pela Associação dos Barraqueiros de Alter do Chão. Segundo a presidente da entidade, Rosilda Corrêa Lima, os proprietários das barracas e funcionários passarão por treinamento de atendimento e manipulação de alimentos. “Na barraca anterior nós tínhamos que trabalhar direto na areia. Com o novo modelo, com assoalho, vai melhorar bastante, pois está tudo bem organizado. A partir do momento que padronizarmos temos que mantê-las com higiene e trazer mais clientes. Já melhorou bastante após as dificuldades”.

Na parte interna, barraca tem pias e balcão para garantir higiene (Foto: Karla Lima/G1)
Na parte interna, barraca tem pias e balcão para garantir higiene (Foto: Karla Lima/G1)Licença ambiental

Pelo fato de Alter do Chão ser uma Área de Preservação Ambiental (APA) e um dos cartões postais do turismo na cidade, a construção precisou ser licenciada. De acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), a instalação do empreendimento está dentro da legalidade. O próximo passo será adquirir a licença de operação. “Ele vai poder operar a partir de algumas situações que precisam ser seguidas. Os dejetos dos banheiros deverão ser destinados de forma correta, não poderão ser jogados no rio. Tem que ser tratado. Tudo isso vai ser exigido na licença de operação”, enfatizou o titular da Semma, Podalyro Neto.

A modernização das barracas é uma iniciativa da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (Aces) e faz parte do planejamento da Câmara Setorial de Turismo e conta com a parceria da Associação dos Barraqueiros de Alter do Chão e a Prefeitura de Santarém.

Novo modelo conta com dois banheiros químicos (Foto: Karla Lima/G1)
Novo modelo conta com dois banheiros químicos (Foto: Karla Lima/G1)
Share on Google Plus

About Santarém-PA

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.