Homens representam 68% de novos casos de HIV em Santarém e região

De janeiro a 15 de junho de 2016, CTA registrou 101 novos casos. Segundo CTA, índice de infectados aumenta a cada ano na região.


A coordenadora do CTA, Ana Lúcia Ferreira, explicou os motivos que levam os homens a serem a maioria nos dados. "Muitas pessoas relatam não usar preservativos porque não gostam, confiam no parceiro ou não dispõem no momento daquele insumo, e também tem o álcool e outras drogas que são vilões da infecção (...). Outras questão são os parceiros múltiplos, a orientação sexual e a cultura do homem em não se proteger”. Ana ressalta que apesar de todas as ações preventivas relizadas durante o ano em escolas, faculdades e comunidade em geral, as pessoas do sexo masculino ainda se negama prevenção.

Apesar da expressividade na quantidade de pessoas do sexo masculino infectadas, o CTA registrou uma queda nos números gerais em comparação ao mesmo período de 2015, quando foram registrados 105 casos, porém desde a implantação do centro em Santarém o índice de infectados têm aumentado a cada ano.

De acordo com a coordenadora do CTA, os números são preocupantes. “Ainda continua surgindo novos casos e é preocupante, porque a faixa etária que está sendo mais acometida são pessoas jovens de 19 a 39 anos. A gente se preocupa porque ainda as pessoas insistem em não se prevenirem”.

Além dos casos de HIV, o Centro atende pessoas infectadas com hepatites. Até o dia 15 de junho, foram registrados 20 casos de hepatite tipo B e 28 de hepatites tipo C.

Segundo dados do Ministério da Saúde, todos os anos no país são registrados 40 mil novos casos do vírus HIV. O percentual de brasileiros vivendo com a doença diagnosticada, passou de 80% em 2012 para a 83% em 2014.

Acompanhamento
 
As pessoas que são diagnosticadas com Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s) passam por consultas médicas, exames especializados, medicações, assim como atendimentos com psicólogos e assistentes sociais.


 
Serviço
 
O CTA funciona de segunda a sexta-feira das 7h30 às 16h, na Avenida Barão do Rio Branco, e está aberto a população para distribuição gratuita de preservativos, além da realização de exames para HIV, sífilis e hepatite B e C.


O teste é rápido e o resultado fica pronto em até 15 minutos. Caso seja confirmado, o paciente inicia o tratamento e recebe acompanhamento de enfermeiros, médicos, psicólogos e infectologistas, além dos medicamentos disponibilizados gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

G1
Share on Google Plus

About Santarém-PA

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.