Conor McGregor se vinga e derrota Nate Diaz na luta principal do UFC 202

Irlandês mostrou superioridade e controlou duelo, mas pediu por trilogia ao final do combate: "Eu não estou surpreso filhos da p***. O rei está de volta!”


Diz o ditado que a “vingança é um prato que se come frio” e Conor McGregor soube usar a paciência e a sua determinação para saboreá-lo com prazer. O campeão peso-pena, que subiu para o peso meio-médio pela segunda vez depois de ter sido finalizado por Nate Diaz na luta principal do UFC 196, em março, devolveu a derrota ao algoz americano em um duelo dramático, mas o qual dominou com a superioridade de um veterano.

A vitória veio na decisão majoritária (48-47, 47-47, 48-47), e McGregor não se conteve ao chegar ao tão almejado resultado:


Conor McGregor Nate Diaz (Foto: Getty Images)Conor McGregor acertou bons cruzados em Nate Diaz no UFC 202 (Foto: Getty Images)


- Eu não estou surpreso filhos da p***. O rei está de volta! Mais uma vez trouxe a classe, a diferença e consegui a vitória. Dei o melhor de mim! Vou ser campeão peso-leve e estou disposto a fazer uma terceira luta contra ele - decretou ainda dentro do octógono.

Diaz também se disse disposto a encerrar a trilogia. Os dois, que brigaram durante toda a semana e chegaram a protagonizar uma verdadeira guerra de garrafas e latas de bebida na coletiva de imprensa do evento, ainda se abraçaram ao final do combate, mostrando que a rivalidade estava encerrada, pelo menos por enquanto.

A torcida estava bem dividida. McGregor tinha muito apoiadores, mas os fãs de Diaz também compareceram em peso. Antes da luta começar, um verdadeiro paredão, formado por 10 seguranças, se formou no meio do octógono para impedir que McGregor e Diaz começassem a luta antes da hora.

A luta

Sem tocar as luvas, os atletas iniciaram o round, que começou com McGregor desferindo chutes baixos no adversário. Diaz ameaçou um chute alto e conectou outro na parte interna da coxa. O americano tentou desferir socos, mas não achou a distância, então continuou desferindo chutes baixos, enquanto McGregor andava para frente. O irlandês encurralou Diaz na grade e acertou uma combinação de gancho e direto. Diaz foi a knockdown e, caído, chamou a luta para chão, mas McGregor fez sinal para seguir em pé. Os dois voltaram para a trocação, com McGregor controlando melhor a distância. Diaz acertou dois golpes. McGregor passou a mirar o tronco do adversário. Com vantagem no alcance, Diaz tentava contragolpear. McGregor continuava aplicando combinações de chutes e socos e, logo, o supercílio de Diaz já estava aberto. O round se encerrou com McGregor acertando um cruzado.


 
Nate Diaz (Foto: Getty Images)Nate Diaz teve mais volume, mas golpes de Conor foram mais certeiros (Foto: Getty Images)


No início do segundo round, McGregor acertou outro potente golpe de esquerda, levando Diaz a knockdown. A torcida vibrou. Diaz tentou levar a luta para o chão, mas o árbitro pediu para ele se levantar. McGregor voltou a pressionar, e Diaz voltou a cair, chamando McGregor para lutar no solo. Sentindo o bom momento, a torcida do irlandês explodia na arena a cada golpe conectado por Conor. O rosto de Diaz entregava a potência dos golpes. Focado, o irlandês continuava controlando a distância, enquanto Diaz se arriscava buscando o contragolpe. O americano acertou um jab, mas McGregor respondeu com combinação de golpes. Os dois se embolaram e Diaz jogou uma sequência de jabs e diretos no irlandês, que acusou. O americano encerrou o round pressionando o "Notório" na grade.

Diaz iniciou o terceiro round mais lento, mas a torcida clamava por seu nome. Ele acertou um bom cruzado no rosto de McGregor, que passou a correr no octógono. Pressionado contra a grade, Conor absorveu bem uma combinação de jab e cruzado e inverteu a posição. Diaz conseguiu inverter a posição e os dois voltaram para o centro do octógono, com McGregor levando um jab e devolvendo um cruzado, que balançou o americano. Diaz começou, então, a provocar o irlandês e, numa tentativa de chute rodado do oponente, segurou sua perna e o levou para a grade. A torcida passou a vaiar cada vez que McGregor fugia do oponente, mas o irlandês respondia com combinações que entravam limpas no americano. Diaz respondeu com mais combinação de jab e cruzado e uma tentativa de joelhada. Pressionando, McGregor ficou com as costas contra a grade e acabou recebendo uma saraivada de golpes do americano, que fez a torcida entrar em êxtase ao final do assalto.

No quarto assalto, os lutadores já demonstravam bem mais cansaço. Diaz sangrava bastante, com os dois supercílio cortados. McGregor continuava andando para frente  e, logo no início do round, acertou uma boa combinação de golpes. Diaz fechou a guarda. O americano empurrou o irlandês para a grade e desferiu joelhadas na linha de cintura. No clinch, os lutadores trocaram golpes e inverteram posição, até que McGregor conseguiu voltar ao centro do octógono. Sujo pelo sangue do oponente, Conor levou um jab e respirou fundo antes de contragolpear. Os jabs do irlandês passaram a entrar limpos, mas Diaz não se rendia. Em uma tentativa de chute alto, o americano se desequilibrou e caiu, logo no final do round.

Conor entrou querendo administrar a vantagem no último round. Logo no início, passou a andar ao redor do octógono, fugindo de Diaz, que o pressionou, colocando-o de costas pra grade. McGregor, no entanto, consegui sair, mas Diaz mesmo cansado continuava andando para frente. O “Notório” se defendeu bem de uma tentativa de queda, mas foi vaiado pelo público por sair andando. Diaz mostrou o dedo do meio ao adversário e tentou pressioná-lo contra a grade, mas Conor se defendeu como pôde. Faltando 50 segundos para o fim do round, o irlandês conseguiu inverter posição, mas Nate continuou pressionando. Em um final dramático, Nate conseguiu quedar McGregor, levando a torcida ao delírio. Mas já era tarde demais para conseguir reverter o resultado e McGregor se sagraria vencedor na decisão majoritária (48-47, 47-47, 48-47).

Com a vitória deste sábado, Conor McGregor chega a 20 triunfos e dois revezes na carreira. Já Diaz, agora tem 19 vitórias e 11 revezes.



G1
Share on Google Plus

About alexanderstm

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.